Ratinho Junior garante R$ 8 milhões para construção do Colégio Militar em Cascavel

O deputado Ratinho Junior (PSD) apresentou, nesta quinta-feira, 9, uma emenda de R$ 8 milhões ao orçamento do Estado para 2018, para construção do Colégio Militar no Centro Nacional de Treinamento de Atletismo, em Cascavel. "São recursos que vão garantir a implantação do Colégio Militar e, desde já, conto com o apoio dos deputados para que a emenda seja incluída no orçamento, carimbando o dinheiro para a execução das obras", disse Ratinho Junior. Conforme estudo dos arquitetos Thiago Assad, Helio Marzalek Junior e Loren Fabro - apresentado por Ratinho Junior -, o colégio vai atender 1,5 mil estudantes até 2020, terá 25 mil metros quadrados em dois blocos com 16 salas de aula, além de salas administrativas, sala de professores e um ginásio de esporte. Em fase final de construção, o Centro de Atletismo tem uma área de 87 mil metros quadrados, dos quais 8 mil metros quadrados já estão ocupados. "Colégios militares que têm excelência na educação, podem ser implantados nas grandes cidades ou nas Regiões Metropolitanas das grandes cidades do Paraná. A referência que temos é do Colégio da Polícia Militar de Curitiba", disse Ratinho Junior. Segundo estudo apresentado por Ratinho Junior, a estrutura do novo colégio pode abrigar bloco multiuso para laboratórios de pesquisas e salas de estudo. O espaço pode ter uma grande praça, estacionamento, refeitório, calçamento e uma estrutura de aço em um desenho irregular que poderá ser ocupado por laboratórios e salas. Os blocos de ensino, de três pavimentos, são distribuídos em térreo com administração, salas de apoio e professores, dois pavimentos de salas de aula e o último reservado à biblioteca e salas de estudo. A edificação valoriza a iluminação e ventilação natural, poderá contar com reuso de água da chuva e uma grande cobertura para painéis solares. O ginásio pode ser construído em estrutura pré-moldada, aço e vidro, e vai contar com quadra poliesportiva, arquibancada e banheiros.

Ratinho Junior visita Laranjeiras do Sul, Cascavel e Francisco Beltrão

Entre quinta-feira, 9, e sábado, 11, o deputado Ratinho Junior visita mais três cidades do Oeste e Sudoeste do Paraná. Na quinta-feira, a partir das 19h, Ratinho Junior coordena, em Laranjeiras do Sul, mais um encontro "Conexões por um novo Paraná". Na sexta-feira, às 20h, em Cascavel, o deputado participa da entrega dos títulos de cidadãos honorários do oeste aos presidentes das seis cooperativas da região: Alfredo Lang (C. Vale), Dilvo Grolli (Coopavel), Irineo da Costa Rodrigues (Lar), Ricardo Chapla (Copagril), Valter Pitol (Copacol) e Valter Vanzella (Frimesa) e da entrega do 12º Prêmio Amop de Jornalismo. No sábado, a partir das 9h, Ratinho Junior coordena o encontro "Conexões por um novo Paraná" em Francisco Beltrão. O deputado Ratinho Junior vai atender a imprensa nos locais dos eventos. Serviço Conexões por um Novo Paraná Cidade: Laranjeiras do Sul Data: 9 de novembro, quinta-feira Horário: 19h Local: Clube Operário Endereço: Avenida Carmosino Vieira Branco, 350 Entrega de títulos de Cidadãos Honorários e 12º Prêmio Amop de Jornalismo Cidade: Cascavel Data: 10 de novembro, sexta-feira Horário: 20h Local: Tuiuti Esporte Clube Endereço: Rua Ponta Grossa, 2998, São Cristovão Conexões por um Novo Paraná Cidade: Francisco Beltrão Data: 10 de novembro, sábado Horário: 9h30 Local: Amsop Endereço: Rua Peru, 1301

Por um Paraná único, inovador e rico, prega Ratinho Junior

É lembrado nas rodas de discussões políticas que Carlos Massa Junior, o Ratinho Junior, não é mais o jovem que herdou o apelido do pai, o apresentador Carlos Massa (Ratinho), para se eleger deputado estadual, mas um cidadão que estudou e se preparou para a política. Por isso, chegou ao estágio de se apresentar como pré-candidato ao Governo do Estado. O que observamos nos comerciais do seu partido, o PSD, conduzido pelo ex-deputado federal e conhecedor da política estadual e nacional, Eduardo Sciarra, é um candidato maduro que defende um estado forte, inovador, aliado ao setor produtivo, sem, jamais, esquecer a indústria e os serviços. Esse amadurecimento político Ratinho Junior conquistou à base de muitos conselhos e estudos e, hoje, tem credencial para enfrentar qualquer debate sobre o Paraná e seu futuro. Mais ainda, Junior prega a união e defende o fim das velhas rixas e ranços políticos que só atrapalham o crescimento e desenvolvimento do Estado. “Chega de eles e nós, chega de esquerdas ou direitas. Vamos olhar para frente e, unidos, avançar por um Paraná inovador que gere riquezas para todos. Com gente honesta e mente moderna, levaremos o Paraná a um novo patamar”, pondera e afirma o jovem candidato ao Palácio Iguaçu. Fonte: Paraná Portal - Blog Sintonia Fina https://goo.gl/uEAFho

Ratinho Junior quer Paraná novo e sem brigas políticas

Nos comerciais do PSD que estão sendo veiculados nas emissoras de TV, o deputado Ratinho Junior defende um estado forte, inovador, aliado ao setor produtivo, celeiro e produtor de alimentos para o mundo e sem brigas políticas. "Chegou a horta de acabar com velhas brigas daqueles que nada fizeram pelo Brasil e pelo Paraná", diz Ratinho Junior. "Chega de eles e nós, chega de esquerdas ou direitas. Vamos olhar para frente e, unidos, avançar por um Paraná inovador que gere riquezas para todos. Com gente honesta e mente moderna, levaremos o Paraná a um novo patamar", completa.  

Ratinho Junior fala sobre possível candidatura para disputar o Governo do Estado em 2018

O cenário político no Paraná ainda é incerto para as eleições de 2018. Mas alguns possíveis candidatos começam a surgir na disputa pelo Palácio Iguaçu. Um deles é o deputado estadual Ratinho Junior, do PSD. Em 2014 ele foi o deputado mais votado da história da Alep, com mais de 300 mil votos. Foi ainda Secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano na atual gestão. Em 2012, disputou a prefeitura de Curitiba, mas foi derrotado no segundo turno por Gustavo Fruet, do PDT. Ratinho Junior fez uma avaliação do governo de Beto Richa. Para o deputado, o Governo pagou um preço alto para equilibrar as finanças, mas o ajuste fiscal proposto pela equipe de Beto Richa salvou o Paraná da falência. Segundo o deputado, o governador tem enfrentado desgaste político, um reflexo natural causado pelo tempo em que está no poder. Ao falar sobre a alternância de poder no Palácio Iguaçu, Ratinho Junior disse que nunca foi uma sublegenda ou sombra política, e que tem um projeto independente. Ratinho Junior fez um prognóstico sobre as eleições em âmbito nacional. Falou sobre as possíveis candidaturas de Jair Bolsonaro, do ex-presidente Lula, Ciro Gomes, João Dória, e que o PSDB deve lançar o governador de São Paulo Geraldo Alckmin para disputar o Palácio do Planalto. Para Ratinho Junior, o país passa por uma radicalização envolvendo ideologias políticas. Repórter Fábio Buchmann Fonte: CBN Curitiba - https://goo.gl/i49URg

Ratinho Junior reúne prefeitos da Amusep

Na última quinta-feira, 2, em Munhoz de Mello, o deputado Ratinho Junior (PSD) se reuniu com os 30 prefeitos da região da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), no noroeste do Paraná, e destacou a importância de um governo descentralizado, voltado aos municípios, e a agropecuária como a principal referência econômica do Estado. "Sempre destaco que o Paraná é o maior produtor de alimentos do mundo e que temos no agronegócio, nas cooperativas, o melhor exemplo de gestão, de força econômica e de desenvolvimento com a geração de empregos tão fundamental para um estado sustentável", disse Ratinho Junior. "Neste contexto, o perfil de um governo do Estado tem que estar voltado cada vez mais aos municípios, ao lado dos prefeitos e dos moradores de cada cidade. Isso se faz priorizando investimentos em obras de infraestrutura, obras de mobilidade urbana, dotando as cidades de espaços de lazer, de bem-estar, focado ainda em questões prioritárias como a saúde, segurança e educação. A educação é a principal força-motriz para que o estado dê um salto de qualidade nas áreas de produção, ciência, tecnologia e de serviços de ponta", completou Ratinho. Ratinho Junior destacou, ainda, o aumento no desempenho dos municípios da região na produção agropecuária. De acordo com dados da Secretaria de Agricultura, o valor bruto da produção agropecuária de 2016, registrou uma alta de 12,2% no comparativo com o período anterior. De R$ 3,66 bilhões para R$ 4,11 bilhões. No Paraná, a evolução foi de R$ 87,38 bilhões para R$ 88,68 bilhões; avanço de 1,55%. Desafio - O deputado disse que o “grande desafio” dos atuais prefeitos, é tornar os municípios viáveis economicamente, apesar da queda na arrecadação e do aumento dos custos fixos. “A austeridade, controle de gastos, cortes de despesas e racionalidade no uso dos recursos são palavras de ordem na gestão pública. É preciso encontrar soluções para reverter o dinheiro dos impostos em qualidade de vida para a população, com apoio do Estado e da União”, ressaltou. "Há recursos para bons projetos. O BRDE, por exemplo, apresentou aos prefeitos detalhes do Programa Avançar Cidades, com linha de créditos para pavimentação, calçadas, ciclovias, iluminação e sinalização viária, entre outras obras de mobilidade urbana. Esse programa do Ministério das Cidades, com aporte de recursos do FGTS e voltado aos municípios com até 250 mil moradores, tem financiamentos variam que de R$ 500 mil a R$ 30 milhões. Isso de acordo com a capacidade de endividamento das prefeituras, desde que tenham também o plano diretor atualizado", disse o deputado. Ratinho Junior e os deputados Tiago Amaral (PSB) e Doutor Batista (PMN) adiantaram que o Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde, autorizou a liberação de R$ 1,5 milhão para a construção do pronto-atendimento de Munhoz de Mello.

Compliance ganha força na gestão pública

O Compliance - conjunto de regras e condutas éticas na administração - ganha mais força na gestão pública e foi o principal tema da palestra do juiz Sérgio Moro no congresso realizado pela Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná (FEMIPA), na última semana, em Curitiba. "Não adianta ter código de ética, sistema de Compliance, se não tem um comprometimento da direção e de quem efetivamente manda. Já diz o velho ditado que o peixe apodrece a partir da cabeça e de fato é isso", disse Moro na palestra. O presidente da FEMIPA, Flaviano Ventorim, disse que o sistema pode otimizar e racionalizar o uso dos recursos públicos, para que se reverta à sociedade um melhor atendimento nos serviços da saúde pública. "Há uma gama de ações que podem ser feitas: compra de equipamentos, melhorias na estrutura física, despesas de custeio, contratação de pessoal. Esse é o objetivo: melhorar a utilização dos recursos públicos", disse Ventorim. O Paraná será o primeiro estado a ter um programa como este na gestão pública. O projeto é do deputado Ratinho Junior (PSD) e prevê padrões de conduta, monitoramento de políticas públicas e práticas administrativas em cada órgão e entidade, entre os servidores, e nos diferentes serviços da administração pública. "É um projeto que trouxemos da iniciativa privada, das grandes empresas. Países do primeiro mundo já implantaram esse sistema há muito tempo. E a ideia é implantar no Paraná e fazer do Estado o pioneiro na prevenção da corrupção. Temos hoje muitas ferramentas de punição depois que acontece a corrupção no órgão público. A ideia é combater a corrupção com prevenção, evitando com que haja a irregularidade", disse Ratinho Junior.