Ratinho Junior reúne mil lideranças do PSD em Ponta Grossa

O deputado Ratinho Junior reuniu, na noite desta sexta-feira, 20, mais de mil pessoas em Ponta Grossa em mais uma edição do Espaço Democrático, encontro do PSD que debate propostas que vão integrar o plano de governo para as eleições de 2018. "Estamos construindo um projeto bom e inovador para o Paraná com a participação de lideranças e dos moradores de todas as regiões do Estado", disse Ratinho Junior. O prefeito Marcelo Rangel (PPS) participou do encontro que reuniu, ainda, lideranças da saúde, educação, segurança, empresários e políticos de diferentes partidos. Em Ponta Grossa, os assuntos debatidos foram nas áreas de saúde, agronegócio e mobilidade urbana. "Em cada região avaliamos e debatemos questões pontuais. Nos Campos Gerais, tratamos do deslocamento de médicos e ambulâncias na região, incentivos para produção de trigo, necessidade de construção de anéis viários e novas estradas ligando os municípios para o escoamento da produção do campo e da cidade", disse Ratinho Junior O número de sugestões enviadas ao portal paranainovador.com.br foi recorde. O portal recebeu mais de 300 sugestões, demandas pontuais da região e ideias de projetos para construção do plano de governo. Base tecnológica - Ratinho Júnior disse que, além desses encontros regionais, está percorrendo o Estado para ouvir todos os representantes do setor produtivo, como associações comerciais e industriais, do agronegócio e da classe trabalhadora. "Temos que ter como premissa um estado enxuto, que reduz custos e despesas, com uma forte base tecnológica que possa incrementar novos serviços, melhorar nossa produção no campo e na indústria, criar mais empregos e dar um salto na qualidade de vida dos paranaenses", disse. O deputado assegurou que já tem um grupo político formado que se reúne quase toda semana para discutir as eleições do ano que vem e a elaboração de um projeto de governo para o Estado. “Temos um grupo político forte, de pessoas que querem o melhor para o Paraná", afirmou. Deste grupo fazem parte os partidos PSD e PSC, que formam a base de sua atuação política. Integram esta base política 14 deputados estaduais, cinco federais, além de quase 90 prefeitos e cerca de 800 vereadores. Força política - O presidente do PSD do Paraná, deputado Sandro Alex, ressalta que os encontros regionais são fundamentais na construção do plano de governo de Ratinho Junior. “O PSD conversa com as lideranças e moradores de cada cidade e região. Através de propostas de vários segmentos, vamos construir um projeto viável para que o nosso Estado continue crescendo”, avalia Sandro. "O PSD é uma das maiores forças políticas do Estado e estamos trabalhando para somar mais lideranças nesse grande projeto que tem como principal liderança, o deputado Ratinho Junior, que será nosso candidato ao Governo do Estado”, completou. Presidente do Espaço Democrático - o instituto do PSD -, o deputado Guto Silva também destacou a importância dos encontros que vão traçar novos projetos para o desenvolvimento econômico e social do Estado, incluindo áreas como segurança pública, saúde e educação. “Estamos falando de futuro, porque o País do futuro que sempre falaram não foi entregue ainda. Para alcançar isso, precisamos ouvir antes de chegar com um pacote pronto e sem respeitar as características de cada região”, pontuou.

Em Cascavel, PSD reúne 1,5 mil lideranças do Oeste

Devido ao mau tempo no sábado, 21, o deputado Ratinho Junior participou por Skype do encontro do PSD que reuniu mais de 1,5 mil lideranças do Oeste do Paraná. "Temos o agronegócio como matriz econômica. Somos o maior produtor de alimentos do planeta e, por isso, temos que possuir uma infraestrutura condizente. O agronegócio do Paraná cresceu muito nos últimos 20 anos e a estrutura viária, por exemplo, não conseguiu acompanhar. Esse é um setor em que os investimentos são necessários. Esse volume de produção, fruto da agricultura moderna, deve contar com o amparo do poder público", disse Ratinho Junior. "O alimento produzido no Paraná é vendido no mundo todo, o que gera riqueza. A infraestrutura é vital na produção de riqueza. Além disso, temos como desafio a busca do desenvolvimento regional – cada região tem uma vocação específica e esses encontros servem para fazer este tipo de debate", completou. O presidente nacional do PSD, ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, também não se deslocou para Cascavel em função do mau tempo e enviou uma saudação aos participantes. "O deputado Ratinho Junior estudou, está preparado e conheceu experiências bem sucedidas de projetos e da administração pública no Brasil e no exterior. Fez uma excelente gestão como secretário do Desenvolvimento Urbano no Paraná, onde executou mais de 3,2 mil obras num espaço de pouco mais de três anos. Eu quero uma salva de palmas ao futuro governador do Paraná", disse Kassab. Para Ratinho Junior, o que mais motiva sua geração é a oportunidade de construir um projeto para o Paraná para as próximas décadas. "Minha geração cobra isso. É a nossa obrigação construir um Brasil diferente e acredito que o Paraná pode contribuir muito para essa construção. Quero liderar um bom programa de governo. Sou defensor de uma política moderna em que produção de riqueza serve para transformar a vida das pessoas e trazer novas possibilidades para o povo paranaense", disse.

Campanha “Somos Todos Grupo Massa”

Foi lançada nesta segunda-feira, 16, a campanha de endomarketing “Somos Todos Grupo Massa”, do Grupo Massa, com o objetivo de comunicar e alinhar todas as unidades de negócio, a nova orientação estratégica e as últimas novidades do Grupo. A partir de agora, o Grupo Massa orientará suas atividades em três pilares estratégicos: Integração (visão sistêmica), Planejamento (visão a longo prazo) e Resultados/Gestão de Custos (otimização de investimentos). No evento, participaram todas as cidades sede onde há a atuação de alguma unidade de negócio, sendo a primeira vez desde a criação do Grupo Massa há nove anos, que acontece um evento integrado. Representando a família Massa estavam presentes Solange Massa e Rafael Massa, ambos acionistas. E o apresentador Ratinho mandou um recado, por vídeo, muito claro e contagiante a todos presentes. “Estamos todos no mesmo barco, e juntos somos mais fortes...”. Para registrar este momento histórico, todos foram convidados para tirar uma foto.

Internet gratuita já atende 72% de Arapongas

A partir desta semana, 72% de Arapongas passou a ter acesso gratuito à internet com o lançamento da primeira etapa do Cidade Digital, projeto lançado nesta sexta-feira, 6, pelo prefeito Sergio Onofre (PSC) e pelo deputado Ratinho Junior (PSD). Além de interligar todos os setores da administração pública, o sistema wifi vai conectar locais públicos, como parques, praças, prédios públicos, unidades de saúde e escolas municipais. Com informações do Tribuna do Norte. Para garantir internet livre, nove torres e 72 pontos de distribuição de sinal de foram instalados na cidade. Ao todo, R$ 6,9 milhões foram investidos no projeto. “O projeto faz parte da meta da administração para democratizar o acesso à internet, possibilitar mais agilidade no serviço público e garantir a segurança dos dados da prefeitura, com custos operacionais bem menores”, disse o prefeito Sérgio Onofre (PSC). O deputado Ratinho Júnior  elogiou a medida. “A Cidade Digital mostra como esta gestão do prefeito Sérgio Onofre é moderna e arrojada. É grande a alegria de ter participado da criação do projeto em 2011 e ver ele agora sendo inaugurado. Arapongas tem uma importância econômica enorme não apenas na região, mas em todo o estado do Paraná”, disse. Ratinho Junior ainda afirmou que o projeto torna realidade e o importante é vê-lo implantado em Arapongas. “É um projeto fundamental para dar acesso à toda a população a algo que hoje se torna cada vez mais fundamental, que é a internet. Hoje, Arapongas é a cidade mais digital dentre todos os 399 municípios do Paraná”, afirma. Sinal grátis - De acordo com a Prefeitura de Arapongas, o  sinal de internet grátis começa a funcionar nos próximos dias. Tanto o centro da cidade como áreas mais distantes, como o distrito de Aricanduva e o Assentamento Dorcelina Follador, terão cobertura. A utilização da internet gratuita será liberada mediante cadastro no setor de protocolo da prefeitura, no horário normal de expediente, que poderá ser feito a partir da próxima semana. Para mais informações dos locais onde haverá a disponibilidade de sinal, será colocado no ar um site com todas as informações. Um mapa com os pontos de acesso e informações de cadastro podem ser acessados no  www.arapongas.pr.gov.br/cidadedigital.

Um olhar de inovação para a política

A política com novas ideias, diálogo e, sobretudo, participação. Esta iniciativa pioneira do PSD paranaense, perfeitamente conectada com a sociedade, tem sido um grande sucesso em todas as regiões do estado. Batizado de ‘Paraná Inovador’, o movimento é organizado pelo Espaço Democrático, fundação para estudos e formação política da legenda, e desde julho deste ano está debatendo com a sociedade os problemas regionais e locais do Paraná, considerando propostas e projetando as soluções, especialmente com base em ações inovadoras. Onze encontros já foram realizados, reunindo em cada região ao todo mais de 5 mil líderes dos mais diferentes segmentos sociais. “Mais do que acolher boas ideias, nós estamos dialogando com a população paranaense e queremos a inovação também na política. Estes encontros, apoiados em plataformas de rede sociais, serão a base participativa para aproximar as pessoas dos processos decisórios”, destacou o líder do PSD na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado estadual Marcio Nunes. Deputado estadual Ratinho Junior discursa durante encontro de Santo Antônio da Platina, norte pioneiro do Paraná. Inovação O projeto conta com a plataforma digital www.paranainovador.com.br, onde o cidadão pode dar a sua colaboração, com ideias e projetos, que serão incorporados no futuro plano de governo do PSD, para 2018. “Mais do que um movimento partidário, estamos numa mobilização democrática, pensando o futuro do nosso estado, e resgatando ao mesmo tempo o que a política tem de melhor, que é o valor e a contribuição das pessoas”, destacou o deputado estadual Carlos Massa ‘Ratinho Jr’, pré-candidato da legenda ao governo do estado. O movimento do ‘Paraná Inovador’ tem contado com a contribuição de outras siglas, como PSC, PEN, PSDC, PRTB e PSDB. Ratinho Jr. foi recordista de votos nas últimas eleições estaduais, como deputado estadual mais votado do Brasil, com 300 mil votos.

Paraná tem em investimentos, R$ 1,7 bilhão em obras urbanas, destaca Ratinho Junior

Entre março de 2013 e agosto de 2017, as obras urbanas no Paraná somaram R$ 1,7 bilhão de investimentos a atenderam 392 cidades do Estado. O balanço é do secretário Ratinho Junior sobre as 3,2 mil obras realizadas por sua pasta, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano. “São obras que significam qualidade de vida para os paranaenses porque se traduzem em mais desenvolvimento e bem estar social às cidades atendidas”, disse Ratinho Junior.
Segundo Ratinho, os recursos foram destinados para a pavimentação e recape de ruas e avenidas, urbanização de praças e parques, construções de creches, escolas, terminais de transporte, quadras de esporte, hospitais, postos de saúde, implantação de aterros sanitários, execução de plano diretor, iluminação pública, calçamento e outras edificações. Parte deste dinheiro foi usado ainda na compra de maquinário e equipamentos para as prefeituras paranaenses.“O mais interessante é que além de atender as grandes cidades, os projetos e programas levados pela Sedu voltaram-se aos pequenos e médios municípios porque são os que mais precisam do apoio do Estado.
Desse conjunto de obras e ações, a maior parte atendeu os pequenos municípios, o que descentraliza as ações de governo e contribui para trazer o desenvolvimento econômico e social para todo o Estado”, completou Ratinho Junior.

Investimentos 

Para quantificar as 2.424 ações levadas pela Sedu, somente em pavimentação (asfalto e recape), os investimentos somaram, R$ 1,14 bilhão entre 2013 e 2017. Ao todo, foram pavimentados 17,4 bilhões de metros quadrados de vias – 2,1 mil de quilômetros de ruas e avenidas. “São investimentos consistentes que representam uma nova fase de desenvolvimento e dotam as cidades de uma melhor mobilidade urbana”, disse Ratinho Junior.
Neste período, a Sedu também aplicou mais de R$ 205 milhões em edificações por todo o Paraná. Os investimentos contemplaram a construção de barracões industriais, centros de referência, unidades de saúde, creches, ginásio de esportes, quadras esportivas – inseridas no projeto Meu Campinho -, terminais de transporte, centros da juventude, escolas, hospitais, reforma e ampliação de órgãos públicos, entre outras obras. No total, foram construídos, reformados ou ampliados 269 edifícios e o volume de edificações representa 282,6 milhões de metros quadrados executados.
“As obras dotam os municípios de uma infraestrutura mais adequada, o que atende desde o setor produtivo até os moradores dos bairros que passam a ter uma qualidade de vida melhor com o asfalto na frente da casa, creches e escolas para os filhos”, disse Ratinho Junior.

Aquisições 

No período entre 2013 e 2017, houve ainda, destaca Ratinho Junior, a compra de 97 terrenos para a construção de diferentes empreendimentos nos municípios. Foram investidos R$ 58, 2 milhões na compra de 2,5 milhões de metros quadrados. “Todas as ações e investimentos foram feitos com muito planejamento, austeridade e com foco nas necessidades e demandas das prefeituras”, disse Ratinho Junior. Nos destaques no período, os projetos Calçadas do Paraná que recebeu R$ 8,5 milhões em investimentos traduzidos na execução de 50 quilômetros de calçadas, a implantação de aterro sanitário (R$ 1,1 milhão), planos diretores (R$ 359,2 mil), seis parques (R$ 3,3 milhões) e 61 praças (R$ 27,8 milhões). No pacote de investimentos da Sedu, foram contabilizados a compra de 263 veículos ao custo de R$ 36, 2 milhões e 726 unidades de equipamentos rodoviários, totalizando investimento de R$ 196,9 milhões. A Sedu investiu ainda R$ 462,2 mil para a compra de 33 unidades de veículos agrícolas. A soma geral dos investimentos para a aquisição de veículos e equipamentos alcançou R$ 233, 6 milhões.
“Todas estas ações desenvolvidas pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano são resultados de um diálogo permanente com os prefeitos e prefeitas paranaenses. Temos trabalhado afinados num projeto maior para o progresso do Paraná”, completou Ratinho Junior.

Ratinho Junior apresenta projeto para moralizar gestão pública

O deputado Ratinho Junior (PSD) protocolou nesta segunda-feira, 25, na Assembleia Legislativa, projeto que estabelece as regras para a criação do programa estadual de integridade compliance na gestão pública.
“O programa visa organizar padrões de conduta, monitorar políticas públicas e práticas administrativas em cada órgão e entidade entre os servidores, nos diferentes serviços da administração pública”, disse.
Antes de protocolar o projeto de compliance, Ratinho visitou o presidente da OAB/PR, Augusto Araújo de Noronha, para apresentar a proposta. Ao receber o documento, Noronha destacou o apoio da instituição.

Gestão Pública

“Para nós este tipo de medida é o que estamos exigindo do governo federal. Se tivéssemos isto na administração publica, teríamos impedido muita coisa”, disse Noronha. “Esse é o tipo de medida que a OAB defende”, completou o presidente da OAB/PR.
Sobre o projeto da compliance, o deputado Ratinho Junior destacou ainda que o objetivo principal “é a geração de um círculo virtuoso de sucesso e modelo de gestão pública”.
“Isso será possível na medida em que os servidores e funcionários conscientes da necessidade de adoção e condução dos trabalhos e afazeres dentro de padrões de ética e moralidade, derem mais apoio às boas e novas iniciativas”.
Segundo Ratinho, o programa abrange as políticas e procedimentos internos adotados pelas organizações quanto aos objetivos, missão e compromissos com a sociedade. “Envolve ainda medidas de analise e mitigação dos riscos da instituição e visa garantir o comportamento ético e a conduta moral de todos os agentes públicos”, disse.
Acompanhe também no Facebook : https://goo.gl/GbuCEH

Artigo: Copel e Sanepar, compromisso com a eficiência

O Paraná tem se consolidado como uma das unidades mais fortes da Federação e um dos poucos estados que reagiu rapidamente à crise instalada no país. Graças à força da sua produção, em todos os setores, da agricultura à indústria, e ao trabalho dos paranaenses, deu respostas positivas e vem conseguindo se destacar como potência econômica, gerando emprego e renda e qualificando as ações de inclusão social.
Neste cenário, duas forças importantes têm sido fundamentais, associando o equilíbrio da gestão pública às garantias fundamentais para o bem-estar da população. Ao mesmo tempo, funcionam como verdadeiros motores que impulsionam os investimentos no nosso estado. Essas duas forças têm uma relação direta e cotidiana com todos os paranaenses: falo da Sanepar e da Copel.

A Copel e a Sanepar devem continuar sendo dos paranaenses

As duas têm uma trajetória de sucesso. Em seus 63 anos de atividade, a Copel é um modelo de governança e eficiência, reconhecida pela competência de seus funcionários, que conseguem mantê-la em desenvolvimento contínuo. Nos últimos sete anos, a Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica elegeu seis vezes a Copel como a melhor distribuidora de energia do Brasil. Maior empresa do Paraná, a Copel investiu R$ 3,57 billhões em 2016, o maior valor da sua história, e garantiu novos investimentos no total de R$ 2 bilhões para este ano. Dinheiro que movimenta e reforça a economia do Paraná, além de garantir mais qualidade de vida para os paranaenses.
Nesta mesma linha, a Sanepar, que existe há 54 anos, é a estatal paranaense mais bem colocada entre as 150 empresas mais inovadoras do Brasil. Foi a única representante do setor de saneamento básico no Prêmio Valor Inovação Brasil 2017, ranking elaborado pelo jornal Valor Econômico em parceria com a consultoria PwC. E esta condição foi conquistada com muita eficiência. Atualmente, a Sanepar está desenvolvendo cerca de 100 projetos que buscam soluções tecnológicas sustentáveis e inovadoras para os principais processos da empresa. Os paranaenses sentem de forma imediata o resultado dessa eficiência: 100% dos moradores das áreas urbanas têm acesso à água tratada e 70% já têm o sistema de coleta de esgoto instalado na porta de sua casa.
Mesmo com todos esses resultados positivos, de tempos em tempos surge a polêmica discussão sobre a privatização da Copel e da Sanepar. Dias atrás, perguntaram minha opinião. A resposta para essa pergunta passa necessariamente pelo reconhecimento da excelência das duas empresas. Penso que devemos continuar trabalhando para ampliar a eficiência da Copel e da Sanepar em sinergia com uma sociedade em constante evolução. Penso que a Copel e a Sanepar devem continuar sendo dos paranaenses. Este deve ser o compromisso.
Leia o artigo também publicado na Gazeta do Povo : https://goo.gl/upXW8S

Artigo: Precisamos falar sobre preconceito

No último dia 25, o senador Roberto Requião postou em uma rede social, duas enquetes sobre quem os internautas querem que seja o próximo governador do Paraná. Quando os registros começaram a apontar o meu nome na liderança, o senador encerrou a pesquisa improvisada e chamou de “ratazanas” as pessoas que manifestaram sua intenção de voto a meu favor.
Não quero discutir o resultado da pesquisa ou sua validade. Quero sim, falar de preconceito. E quero falar do pior preconceito que pode existir: aquele exercido por pessoas que têm a obrigação de combatê-lo, mas acabam desencadeando, de forma perversamente orquestrada e voluntária, novos gestos de discriminação que ampliam as desigualdades sociais em nosso país.
O preconceito é resultado da ignorância daqueles que se prendem às suas ideias pré-concebidas e pode ser fruto de uma personalidade intolerante, geralmente autoritária. Um ocupante de cargo público, eleito de forma democrática, não pode ser a referência do desrespeito, abastecendo esta postura ultrapassada com um comportamento que replica e estimula o ódio.
Por isto, é preciso compreender o tempo no qual vivemos. Os atributos que todos esperamos ver valorizados não estão ancorados em cor, gênero, crença religiosa ou origem. Também não é o dinheiro que nos emancipa como cidadãos. Ter mais ou menos dinheiro não muda o direito constitucional de igualdade perante à lei. Ter origem humilde não nos desqualifica perante alguém de uma família tradicional. Da mesma forma, ser de família tradicional não sobrepõe o direito de exercer cargo público ou perpetuá-lo como donatário.
Tenho orgulho da trajetória de vida simples e de muito trabalho dos meus pais, dos valores que reproduzimos em casa desde a minha infância e que agora transmito aos meus filhos. Eles estão sendo educados para respeitar a todos sem distinção. E, assim como meu pai fez comigo, estão sendo preparados para enfrentar todo tipo de dificuldade, lutar para vencer, agradecer e sempre sorrir para a vida.

Valores Morais

O que devemos discutir, e não somente em períodos eleitorais, são os valores que constroem uma sociedade justa e moderna. Seguramente, não é considerando normal o preconceito e o desrespeito que vamos evoluir. É justamente o contrário. A inovação em uma sociedade que precisa de tantos avanços como a nossa, começa com o fim da discriminação. Precisamos combater esse tipo de violência e de abuso, ainda que sutil e velado, escondido sob o manto da ironia ou das redes sociais.
Leia o artigo também publicado no Fábio Campana : https://goo.gl/WLRQT2

Artigo: Novas conexões para inovar no Paraná

Dias atrás, lançamos um projeto audacioso: em parceria com o Consulado Geral de Israel, iniciamos o Smart City em três cidades paranaenses: Cascavel, Paranaguá e Pato Branco começarão a implantar, ainda em um modelo piloto, uma série de projetos conceituais de gestão e monitoramento de segurança inteligente. É uma iniciativa inovadora que fará o uso estratégico de infraestrutura e de serviços de informação e comunicação com planejamento e gestão urbana para dar respostas às necessidades sociais e econômicas das cidades e da população.
Todos precisamos fazer conexões com outras experiências, principalmente na gestão pública. Ainda mais neste século 21, tão acelerado e em que as barreiras e as diferenças são substituídas por aproximação e semelhanças. Se uma experiência social que envolve prática de esporte deu certo na Alemanha, por que não transformá-la em um programa nas nossas cidades? Foi assim que nasceu o projeto Meu Campinho, e foi assim também que realizamos o Hackathon, evento tecnológico voltado às soluções inovadoras na gestão pública e inspirado em uma experiência bem-sucedida que conheci na Coreia do Sul. Em Portugal, onde estive recentemente, os lixões a céu aberto foram eliminados e os principais rios foram recuperados e estão livres da poluição. Dois problemas que ainda persistem na nossa realidade e que podemos resolver com soluções semelhantes, adaptadas à nossa situação.

Inovação

Todo gestor público tem a obrigação de buscar esta atualização permanente. De fazer conexões com o bem-sucedido. A história da civilização é rica em casos de países e comunidades que se isolaram e que pagaram por esse isolamento impondo atraso e miséria às suas populações. Na Sedu, o nosso trabalho segue em outra direção. Vamos em busca de modelos que possam levar aos nossos 399 municípios o que há de melhor no mundo. Os paranaenses têm este direito.
A parceria, reunindo a administração dos três municípios, a comunidade israelita e a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedu), começou em julho de 2016, quando assinamos um termo de cooperação com o Consulado Geral de Israel. Depois, fui a Tel- Aviv, a convite do governo israelense, conhecer tecnologias de ponta sobre cidades inteligentes. Fiz a viagem a convite do governo de Israel, sem nenhum custo para o governo do Paraná, porque este conhecimento do novo, do diferente, das soluções que já deram certo pode nos ajudar a transformar para melhor a nossa realidade.
Leia o artigo também publicado na Gazeta do Povo: https://goo.gl/eQR3nb