Ratinho Junior com prefeitos da Amusep

Na última quinta-feira, 2, em Munhoz de Mello, o deputado Ratinho Junior (PSD) se reuniu com os 30 prefeitos da região da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), no noroeste do Paraná, e destacou a importância de um governo descentralizado, voltado aos municípios, e a agropecuária como a principal referência econômica do Estado. “Sempre destaco que o Paraná é o maior produtor de alimentos do mundo e que temos no agronegócio, nas cooperativas, o melhor exemplo de gestão, de força econômica e de desenvolvimento com a geração de empregos tão fundamental para um estado sustentável”, disse Ratinho Junior.

“Neste contexto, o perfil de um governo do Estado tem que estar voltado cada vez mais aos municípios, ao lado dos prefeitos e dos moradores de cada cidade. Isso se faz priorizando investimentos em obras de infraestrutura, obras de mobilidade urbana, dotando as cidades de espaços de lazer, de bem-estar, focado ainda em questões prioritárias como a saúde, segurança e educação. A educação é a principal força-motriz para que o estado dê um salto de qualidade nas áreas de produção, ciência, tecnologia e de serviços de ponta”, completou Ratinho.

Ratinho Junior destacou, ainda, o aumento no desempenho dos municípios da região na produção agropecuária. De acordo com dados da Secretaria de Agricultura, o valor bruto da produção agropecuária de 2016, registrou uma alta de 12,2% no comparativo com o período anterior. De R$ 3,66 bilhões para R$ 4,11 bilhões. No Paraná, a evolução foi de R$ 87,38 bilhões para R$ 88,68 bilhões; avanço de 1,55%.

Desafio – O deputado disse que o “grande desafio” dos atuais prefeitos, é tornar os municípios viáveis economicamente, apesar da queda na arrecadação e do aumento dos custos fixos. “A austeridade, controle de gastos, cortes de despesas e racionalidade no uso dos recursos são palavras de ordem na gestão pública. É preciso encontrar soluções para reverter o dinheiro dos impostos em qualidade de vida para a população, com apoio do Estado e da União”, ressaltou.

“Há recursos para bons projetos. O BRDE, por exemplo, apresentou aos prefeitos detalhes do Programa Avançar Cidades, com linha de créditos para pavimentação, calçadas, ciclovias, iluminação e sinalização viária, entre outras obras de mobilidade urbana. Esse programa do Ministério das Cidades, com aporte de recursos do FGTS e voltado aos municípios com até 250 mil moradores, tem financiamentos variam que de R$ 500 mil a R$ 30 milhões. Isso de acordo com a capacidade de endividamento das prefeituras, desde que tenham também o plano diretor atualizado”, disse o deputado.

Ratinho Junior e os deputados Tiago Amaral (PSB) e Doutor Batista (PMN) adiantaram que o Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde, autorizou a liberação de R$ 1,5 milhão para a construção do pronto-atendimento de Munhoz de Mello.

Sobre o autor: Editor