Ratinho Junior reafirma candidatura para combater velha política e seus vícios

O deputado Ratinho Junior (PSD) reafirmou nesta sexta-feira, 12, a pré-candidatura ao Governo do Paraná e disposição de combater a "velha política, seus vícios, mentiras e boatos". "Vamos apresentar aos paranaenses um plano de governo que vem sendo construído com um amplo espectro, reunindo cidadãos e a sociedade civil organizada em todos os segmentos e regiões", disse Ratinho Junior. "Já realizamos encontros em 18 cidades pólo e continuarmos a percorrer todo o Paraná promovendo um modelo inovador de fazer política onde o diálogo é o principal instrumento e a verdade e a transparência os principais alicerces. Estou preparado para ser o próximo  governador do Paraná", completou. Ratinho diz que fala em nome de um projeto coletivo, de um movimento cidadão que respeita a verdade e combate a velha política, seus vícios,  mentiras e boatos. "Vamos fazer isso com a melhor equipe, com o melhor plano de governo e planejamento e com uma aliança ampla de partidos e lideranças que também acreditam em nosso projeto", disse. "Os paranaenses podem ter certeza: sou pré-candidato ao Governo do Paraná", resssalta.   Leia a íntegra da nota RATINHO JÚNIOR É PRÉ-CANDIDATO AO GOVERNO DO PARANÁ  Sou pré-candidato ao Governo do Paraná e em 2018 vamos apresentar aos paranaenses um plano de governo que vem sendo construído com um amplo espectro, reunindo cidadãos e a sociedade civil organizada em todos os segmentos e regiões. Já realizamos encontros em 18 cidades pólo e continuarmos a percorrer todo o Paraná promovendo um modelo inovador de fazer política onde o diálogo é o principal instrumento e a verdade e a transparência os principais alicerces. Estou preparado para ser o próximo  governador do Paraná. Comecei a construir esse projeto quando iniciei minha carreira política como o deputado estadual mais votado em  nosso estado. Falo em nome de um projeto coletivo, de um movimento cidadão que respeita a verdade. Vamos combater a velha política, seus vícios,  mentiras e boatos. Vamos fazer isso com a melhor equipe, com o melhor plano de governo e planejamento e com uma aliança ampla de partidos e lideranças que também acreditam em nosso projeto. Os paranaenses podem ter certeza: sou pré-candidato ao Governo do Paraná.  Ratinho Júnior. Deputado Estadual é pré-candidato ao Governo do Paraná.

2018 vai ser muito melhor

O ano de 2017 não foi fácil para muitos paranaenses e muitos brasileiros. Foi um ano de superação. E essa talvez seja a marca mais profunda que ficará registrada quando olharmos para trás, puxando em nossas memórias esse período: a superação que nos fortaleceu e nos uniu. Também foi um ano de construção. Em meio aos ajustes necessários que o nosso País viveu em tantas áreas, começamos a construir as bases para um cenário diferente no futuro. Um cenário de crescimento e que projeta esse crescimento sustentado em ações que se traduzem em mais respeito e mais dignidade. E essa foi exatamente a linha que seguimos. Foi exatamente isto o que fizemos. Eu e meus companheiros do PSD, do PSC, e de vários partidos que nos acompanham, percorremos boa parte do Paraná em encontros regionais para dialogar com as pessoas em um diálogo franco e aberto onde mais ouvimos do que falamos. Em cada encontro, além da mão amiga, as pessoas nos estenderam suas esperanças, suas crenças e suas sabedorias para indicar qual o melhor caminho para chegarmos a um futuro melhor, possível para todos, com o respeito que cada cidadão merece. Neste Paraná tão grande, onde cada região tem realidades e características próprias, discutimos os assuntos de interesses locais, mas a partir de uma visão ampla e integrada. Penso que é assim que nosso estado deve ser gerido e que a inovação passa obrigatoriamente por esse olhar atento que reconhece, compreende e respeita as características e as necessidades de cada região, de cada município. O Paraná não pode ter esquecidos. Porque acreditamos na força do diálogo, do entendimento e na cooperação, penso que o caminho está sendo bem trilhado pois alguns pontos em comum já começam a cristalizar. Se este ano que está iniciando será crucial para a realização do futuro que queremos para todos os paranaenses, é fundamental que comecemos a pensar e planejar a realização de programas de gestão pública focados em qualidade e que sejam ininterruptos. É preciso assumir um compromisso de zelo com a coisa pública. Um compromisso com a eficiência. Temos a grande oportunidade de contrariar as previsões pessimistas. Não podemos adiar as mudanças e os avanços que a sociedade espera. Não podemos deixar que o radicalismo, tampouco as teimosias ou interesses pessoais, formem uma barreira contra o avanço, contra a inovação. Os sinais são cada vez mais claros de que as mudanças são inadiáveis. A distância que se coloca entre o Paraná de hoje e o Paraná inovador, mais forte e mais competitivo, deixará de existir quando as ações de gestão do nosso estado passarem a fazer parte de um consistente planejamento estratégico, capaz de elevar o nosso estado ao patamar de desenvolvimento sonhado por todos. 2018 será bem melhor. Vamos avançar na direção de um futuro mais próspero, condizente com o enorme potencial do nosso estado. Vamos trabalhar para que esse cenário se realize. Tenham certeza. Bom ano novo para todos. Carlos Massa Ratinho Júnior

Gazeta do Povo confirma: Ratinho Junior lidera pesquisa em todo o Paraná

Um levantamento, feito este mês pela Gazeta do Povo com o Instituto Paraná Pesquisa, aponta o deputado estadual Ratinho Junior na frente na corrida eleitoral para o governo de 2018. Ratinho Junior lidera em todos os cenários. Este é o segundo levantamento seguido realizado pela Gazeta do Povo, e que aponta Ratinho Junior na liderança. Fonte: Gazeta do Povo - https://goo.gl/jENuWp

Ratinho junior defende que concessionárias de pedágio cumpram os contratos firmados com o governo

Em recente entrevista na TV e em vídeo postado nas redes sociais, o deputado estadual e pré-candidato ao Governo do Paraná, Ratinho Junior, se posicionou firmemente sobre a questão do pedágio no Estado. “Temos que parar de usar o pedágio de uma forma política. Temos que trabalhar essa questão de forma técnica, para o desenvolvimento do estado do Paraná”, enfatizou Ratinho Junior. O deputado lembrou, ainda, que existe um contrato que vai até 2021, onde está estipulado que as empresas tem que fazer as obras, reformas e manutenções necessárias. “Nós temos que obrigar as empresas concessionárias a cumprir esse contrato. Não podemos admitir as empresas não cumprirem o contrato que elas mesmas assinaram junto com o Governo do Estado”, alertou Ratinho.

Licitação Internacional do pedágio

Ao ser questionado sobre o que vai fazer com a questão do pedágio caso seja eleito governador, Ratinho Junior afirma que vai estabelecer uma nova forma de contrato. “Nós vamos fazer uma licitação internacional, para acabar com as amarras regionais. Queremos trazer investimentos do mundo todo para serem aplicados em infraestrutura no Estado do Paraná, finalizou Ratinho.   Veja o vídeo : https://goo.gl/qob3cA

Apresentada na Assembleia emenda contra aumento de imposto para micro e pequenas empresas

O deputado estadual Ratinho Junior (PSD) apresentou, na sessão desta terça-feira (28/11) da Assembleia Legislativa do Paraná, uma emenda ao Projeto de Lei 557 do governo estadual. A emenda, que teve o apoio de deputados de várias bancadas e lideranças de diferentes partidos, impede o aumento de impostos para micro e pequenas empresas. A proposta de Ratinho Júnior estabelece uma nova tabela de isenção de ICMS para as pequenas e microempresas enquadradas no Simples Nacional. O deputado apresentou a emenda depois de se reunir com lideranças do setor produtivo que sugeriram as mudanças.

Ratinho Junior reúne população de Umuarama e região para ouvir as suas reivindicações

O Espaço Democrático em Umuarama, nesta quinta-feira, 24, contou com a presença de mais de 1000 pessoas, 22 prefeitos e dezenas de Vereadores. Um público recorde para o evento, que lotou o auditório da universidade Unipar. Diálogo aberto com a sociedade, com muitas ideias, demandas, sugestões e críticas sendo recebidas. "Os paranaenses estão exercendo sua cidadania, participando diretamente da construção de um projeto para o nosso Estado. Mais um Encontro Democrático com casa cheia. Obrigado a vocês que estão discutindo ideias e ajudando a transformar o Paraná", destacou Ratinho Junior.

Ratinho Junior garante R$ 8 milhões para construção do Colégio Militar em Cascavel

O deputado Ratinho Junior (PSD) apresentou, nesta quinta-feira, 9, uma emenda de R$ 8 milhões ao orçamento do Estado para 2018, para construção do Colégio Militar no Centro Nacional de Treinamento de Atletismo, em Cascavel. "São recursos que vão garantir a implantação do Colégio Militar e, desde já, conto com o apoio dos deputados para que a emenda seja incluída no orçamento, carimbando o dinheiro para a execução das obras", disse Ratinho Junior. Conforme estudo dos arquitetos Thiago Assad, Helio Marzalek Junior e Loren Fabro - apresentado por Ratinho Junior -, o colégio vai atender 1,5 mil estudantes até 2020, terá 25 mil metros quadrados em dois blocos com 16 salas de aula, além de salas administrativas, sala de professores e um ginásio de esporte. Em fase final de construção, o Centro de Atletismo tem uma área de 87 mil metros quadrados, dos quais 8 mil metros quadrados já estão ocupados. "Colégios militares que têm excelência na educação, podem ser implantados nas grandes cidades ou nas Regiões Metropolitanas das grandes cidades do Paraná. A referência que temos é do Colégio da Polícia Militar de Curitiba", disse Ratinho Junior. Segundo estudo apresentado por Ratinho Junior, a estrutura do novo colégio pode abrigar bloco multiuso para laboratórios de pesquisas e salas de estudo. O espaço pode ter uma grande praça, estacionamento, refeitório, calçamento e uma estrutura de aço em um desenho irregular que poderá ser ocupado por laboratórios e salas. Os blocos de ensino, de três pavimentos, são distribuídos em térreo com administração, salas de apoio e professores, dois pavimentos de salas de aula e o último reservado à biblioteca e salas de estudo. A edificação valoriza a iluminação e ventilação natural, poderá contar com reuso de água da chuva e uma grande cobertura para painéis solares. O ginásio pode ser construído em estrutura pré-moldada, aço e vidro, e vai contar com quadra poliesportiva, arquibancada e banheiros.

Ratinho Junior fala sobre possível candidatura para disputar o Governo do Estado em 2018

O cenário político no Paraná ainda é incerto para as eleições de 2018. Mas alguns possíveis candidatos começam a surgir na disputa pelo Palácio Iguaçu. Um deles é o deputado estadual Ratinho Junior, do PSD. Em 2014 ele foi o deputado mais votado da história da Alep, com mais de 300 mil votos. Foi ainda Secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano na atual gestão. Em 2012, disputou a prefeitura de Curitiba, mas foi derrotado no segundo turno por Gustavo Fruet, do PDT. Ratinho Junior fez uma avaliação do governo de Beto Richa. Para o deputado, o Governo pagou um preço alto para equilibrar as finanças, mas o ajuste fiscal proposto pela equipe de Beto Richa salvou o Paraná da falência. Segundo o deputado, o governador tem enfrentado desgaste político, um reflexo natural causado pelo tempo em que está no poder. Ao falar sobre a alternância de poder no Palácio Iguaçu, Ratinho Junior disse que nunca foi uma sublegenda ou sombra política, e que tem um projeto independente. Ratinho Junior fez um prognóstico sobre as eleições em âmbito nacional. Falou sobre as possíveis candidaturas de Jair Bolsonaro, do ex-presidente Lula, Ciro Gomes, João Dória, e que o PSDB deve lançar o governador de São Paulo Geraldo Alckmin para disputar o Palácio do Planalto. Para Ratinho Junior, o país passa por uma radicalização envolvendo ideologias políticas. Repórter Fábio Buchmann Fonte: CBN Curitiba - https://goo.gl/i49URg

Compliance ganha força na gestão pública

O Compliance - conjunto de regras e condutas éticas na administração - ganha mais força na gestão pública e foi o principal tema da palestra do juiz Sérgio Moro no congresso realizado pela Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná (FEMIPA), na última semana, em Curitiba. "Não adianta ter código de ética, sistema de Compliance, se não tem um comprometimento da direção e de quem efetivamente manda. Já diz o velho ditado que o peixe apodrece a partir da cabeça e de fato é isso", disse Moro na palestra. O presidente da FEMIPA, Flaviano Ventorim, disse que o sistema pode otimizar e racionalizar o uso dos recursos públicos, para que se reverta à sociedade um melhor atendimento nos serviços da saúde pública. "Há uma gama de ações que podem ser feitas: compra de equipamentos, melhorias na estrutura física, despesas de custeio, contratação de pessoal. Esse é o objetivo: melhorar a utilização dos recursos públicos", disse Ventorim. O Paraná será o primeiro estado a ter um programa como este na gestão pública. O projeto é do deputado Ratinho Junior (PSD) e prevê padrões de conduta, monitoramento de políticas públicas e práticas administrativas em cada órgão e entidade, entre os servidores, e nos diferentes serviços da administração pública. "É um projeto que trouxemos da iniciativa privada, das grandes empresas. Países do primeiro mundo já implantaram esse sistema há muito tempo. E a ideia é implantar no Paraná e fazer do Estado o pioneiro na prevenção da corrupção. Temos hoje muitas ferramentas de punição depois que acontece a corrupção no órgão público. A ideia é combater a corrupção com prevenção, evitando com que haja a irregularidade", disse Ratinho Junior.

Artigo: Copel e Sanepar, compromisso com a eficiência

O Paraná tem se consolidado como uma das unidades mais fortes da Federação e um dos poucos estados que reagiu rapidamente à crise instalada no país. Graças à força da sua produção, em todos os setores, da agricultura à indústria, e ao trabalho dos paranaenses, deu respostas positivas e vem conseguindo se destacar como potência econômica, gerando emprego e renda e qualificando as ações de inclusão social.
Neste cenário, duas forças importantes têm sido fundamentais, associando o equilíbrio da gestão pública às garantias fundamentais para o bem-estar da população. Ao mesmo tempo, funcionam como verdadeiros motores que impulsionam os investimentos no nosso estado. Essas duas forças têm uma relação direta e cotidiana com todos os paranaenses: falo da Sanepar e da Copel.

A Copel e a Sanepar devem continuar sendo dos paranaenses

As duas têm uma trajetória de sucesso. Em seus 63 anos de atividade, a Copel é um modelo de governança e eficiência, reconhecida pela competência de seus funcionários, que conseguem mantê-la em desenvolvimento contínuo. Nos últimos sete anos, a Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica elegeu seis vezes a Copel como a melhor distribuidora de energia do Brasil. Maior empresa do Paraná, a Copel investiu R$ 3,57 billhões em 2016, o maior valor da sua história, e garantiu novos investimentos no total de R$ 2 bilhões para este ano. Dinheiro que movimenta e reforça a economia do Paraná, além de garantir mais qualidade de vida para os paranaenses.
Nesta mesma linha, a Sanepar, que existe há 54 anos, é a estatal paranaense mais bem colocada entre as 150 empresas mais inovadoras do Brasil. Foi a única representante do setor de saneamento básico no Prêmio Valor Inovação Brasil 2017, ranking elaborado pelo jornal Valor Econômico em parceria com a consultoria PwC. E esta condição foi conquistada com muita eficiência. Atualmente, a Sanepar está desenvolvendo cerca de 100 projetos que buscam soluções tecnológicas sustentáveis e inovadoras para os principais processos da empresa. Os paranaenses sentem de forma imediata o resultado dessa eficiência: 100% dos moradores das áreas urbanas têm acesso à água tratada e 70% já têm o sistema de coleta de esgoto instalado na porta de sua casa.
Mesmo com todos esses resultados positivos, de tempos em tempos surge a polêmica discussão sobre a privatização da Copel e da Sanepar. Dias atrás, perguntaram minha opinião. A resposta para essa pergunta passa necessariamente pelo reconhecimento da excelência das duas empresas. Penso que devemos continuar trabalhando para ampliar a eficiência da Copel e da Sanepar em sinergia com uma sociedade em constante evolução. Penso que a Copel e a Sanepar devem continuar sendo dos paranaenses. Este deve ser o compromisso.
Leia o artigo também publicado na Gazeta do Povo : https://goo.gl/upXW8S