Ratinho Junior garante R$ 8 milhões para construção do Colégio Militar em Cascavel

O deputado Ratinho Junior (PSD) apresentou, nesta quinta-feira, 9, uma emenda de R$ 8 milhões ao orçamento do Estado para 2018, para construção do Colégio Militar no Centro Nacional de Treinamento de Atletismo, em Cascavel. "São recursos que vão garantir a implantação do Colégio Militar e, desde já, conto com o apoio dos deputados para que a emenda seja incluída no orçamento, carimbando o dinheiro para a execução das obras", disse Ratinho Junior. Conforme estudo dos arquitetos Thiago Assad, Helio Marzalek Junior e Loren Fabro - apresentado por Ratinho Junior -, o colégio vai atender 1,5 mil estudantes até 2020, terá 25 mil metros quadrados em dois blocos com 16 salas de aula, além de salas administrativas, sala de professores e um ginásio de esporte. Em fase final de construção, o Centro de Atletismo tem uma área de 87 mil metros quadrados, dos quais 8 mil metros quadrados já estão ocupados. "Colégios militares que têm excelência na educação, podem ser implantados nas grandes cidades ou nas Regiões Metropolitanas das grandes cidades do Paraná. A referência que temos é do Colégio da Polícia Militar de Curitiba", disse Ratinho Junior. Segundo estudo apresentado por Ratinho Junior, a estrutura do novo colégio pode abrigar bloco multiuso para laboratórios de pesquisas e salas de estudo. O espaço pode ter uma grande praça, estacionamento, refeitório, calçamento e uma estrutura de aço em um desenho irregular que poderá ser ocupado por laboratórios e salas. Os blocos de ensino, de três pavimentos, são distribuídos em térreo com administração, salas de apoio e professores, dois pavimentos de salas de aula e o último reservado à biblioteca e salas de estudo. A edificação valoriza a iluminação e ventilação natural, poderá contar com reuso de água da chuva e uma grande cobertura para painéis solares. O ginásio pode ser construído em estrutura pré-moldada, aço e vidro, e vai contar com quadra poliesportiva, arquibancada e banheiros.

Ratinho Junior apresenta estudo para Colégio Militar em Cascavel

O deputado Ratinho Junior (PSD) apresentou, na última semana, um estudo sobre a implantação de um Colégio Militar no Centro Nacional de Treinamento de Atletismo, em fase final de construção, em Cascavel, a um grupo de empresários e lideranças na Associação Comercial e Industrial de Cascavel (ACIC). "O Colégio pode atender 1,5 mil estudantes até 2020. Em Curitiba, o Colégio Militar, reiteradamente, tem se destacado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), alcançando nível de pontuação entre as melhores escolas públicas do País", disse Ratinho Junior. No estudo, elaborado pelos arquitetos Thiago Assad, Helio Marzalek Junior e Loren Fabro, o Colégio pode ter 25 mil metros quadrados, divididos em dois blocos com 16 salas de aula, além de salas administrativas, sala de professores e um ginásio de esporte. A área, onde se encontra o Centro de Atletismo, tem 87 mil metros quadrados, dos quais 8 mil metros quadrados já estão ocupados. "Encontramos referências de colégios projetados em Goiás e Santa Catarina e é uma proposta que podemos levar à outras cidades do Paraná", disse Ratinho Junior. A estrutura do novo colégio pode abrigar, segundo os arquitetos, um bloco multiuso para laboratórios de pesquisas e salas de estudo. O espaço pode ter uma grande praça, estacionamento, refeitório, calçamento e uma estrutura de aço em um desenho irregular que poderá ser ocupado por laboratórios e salas. "O tratamento dado às edificações explora as propriedades técnicas e estéticas de materiais, como o concreto, a alvenaria e o aço, que definem a linguagem arquitetônica do conjunto", apontam os arquitetos. Os blocos de ensino, de três pavimentos, são distribuídos em térreo com administração, salas de apoio e professores, dois pavimentos de salas de aula e o último reservado à biblioteca e salas de estudo. A edificação valoriza a iluminação e ventilação natural, e poderá contar com reuso de água da chuva e uma grande cobertura para painéis solares. O ginásio pode ser construído em estrutura pré moldada,  de aço e vidro, e vai contar com quadra poliesportiva, arquibancada e banheiros. "O bloco conceito tem arquitetura única, usando aço na cor branca e vidro como protagonistas, assim como a laje verde em sua cobertura, que além de agradável na estética, tem função vital para o conforto térmico da edificação, que foi pensada para área de pesquisas, laboratórios e salas", adianta o estudo.

Em Cascavel, PSD reúne 1,5 mil lideranças do Oeste

Devido ao mau tempo no sábado, 21, o deputado Ratinho Junior participou por Skype do encontro do PSD que reuniu mais de 1,5 mil lideranças do Oeste do Paraná. "Temos o agronegócio como matriz econômica. Somos o maior produtor de alimentos do planeta e, por isso, temos que possuir uma infraestrutura condizente. O agronegócio do Paraná cresceu muito nos últimos 20 anos e a estrutura viária, por exemplo, não conseguiu acompanhar. Esse é um setor em que os investimentos são necessários. Esse volume de produção, fruto da agricultura moderna, deve contar com o amparo do poder público", disse Ratinho Junior. "O alimento produzido no Paraná é vendido no mundo todo, o que gera riqueza. A infraestrutura é vital na produção de riqueza. Além disso, temos como desafio a busca do desenvolvimento regional – cada região tem uma vocação específica e esses encontros servem para fazer este tipo de debate", completou. O presidente nacional do PSD, ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, também não se deslocou para Cascavel em função do mau tempo e enviou uma saudação aos participantes. "O deputado Ratinho Junior estudou, está preparado e conheceu experiências bem sucedidas de projetos e da administração pública no Brasil e no exterior. Fez uma excelente gestão como secretário do Desenvolvimento Urbano no Paraná, onde executou mais de 3,2 mil obras num espaço de pouco mais de três anos. Eu quero uma salva de palmas ao futuro governador do Paraná", disse Kassab. Para Ratinho Junior, o que mais motiva sua geração é a oportunidade de construir um projeto para o Paraná para as próximas décadas. "Minha geração cobra isso. É a nossa obrigação construir um Brasil diferente e acredito que o Paraná pode contribuir muito para essa construção. Quero liderar um bom programa de governo. Sou defensor de uma política moderna em que produção de riqueza serve para transformar a vida das pessoas e trazer novas possibilidades para o povo paranaense", disse.