Ratinho Junior reúne mil lideranças do PSD em Ponta Grossa

O deputado Ratinho Junior reuniu, na noite desta sexta-feira, 20, mais de mil pessoas em Ponta Grossa em mais uma edição do Espaço Democrático, encontro do PSD que debate propostas que vão integrar o plano de governo para as eleições de 2018. "Estamos construindo um projeto bom e inovador para o Paraná com a participação de lideranças e dos moradores de todas as regiões do Estado", disse Ratinho Junior. O prefeito Marcelo Rangel (PPS) participou do encontro que reuniu, ainda, lideranças da saúde, educação, segurança, empresários e políticos de diferentes partidos. Em Ponta Grossa, os assuntos debatidos foram nas áreas de saúde, agronegócio e mobilidade urbana. "Em cada região avaliamos e debatemos questões pontuais. Nos Campos Gerais, tratamos do deslocamento de médicos e ambulâncias na região, incentivos para produção de trigo, necessidade de construção de anéis viários e novas estradas ligando os municípios para o escoamento da produção do campo e da cidade", disse Ratinho Junior O número de sugestões enviadas ao portal paranainovador.com.br foi recorde. O portal recebeu mais de 300 sugestões, demandas pontuais da região e ideias de projetos para construção do plano de governo. Base tecnológica - Ratinho Júnior disse que, além desses encontros regionais, está percorrendo o Estado para ouvir todos os representantes do setor produtivo, como associações comerciais e industriais, do agronegócio e da classe trabalhadora. "Temos que ter como premissa um estado enxuto, que reduz custos e despesas, com uma forte base tecnológica que possa incrementar novos serviços, melhorar nossa produção no campo e na indústria, criar mais empregos e dar um salto na qualidade de vida dos paranaenses", disse. O deputado assegurou que já tem um grupo político formado que se reúne quase toda semana para discutir as eleições do ano que vem e a elaboração de um projeto de governo para o Estado. “Temos um grupo político forte, de pessoas que querem o melhor para o Paraná", afirmou. Deste grupo fazem parte os partidos PSD e PSC, que formam a base de sua atuação política. Integram esta base política 14 deputados estaduais, cinco federais, além de quase 90 prefeitos e cerca de 800 vereadores. Força política - O presidente do PSD do Paraná, deputado Sandro Alex, ressalta que os encontros regionais são fundamentais na construção do plano de governo de Ratinho Junior. “O PSD conversa com as lideranças e moradores de cada cidade e região. Através de propostas de vários segmentos, vamos construir um projeto viável para que o nosso Estado continue crescendo”, avalia Sandro. "O PSD é uma das maiores forças políticas do Estado e estamos trabalhando para somar mais lideranças nesse grande projeto que tem como principal liderança, o deputado Ratinho Junior, que será nosso candidato ao Governo do Estado”, completou. Presidente do Espaço Democrático - o instituto do PSD -, o deputado Guto Silva também destacou a importância dos encontros que vão traçar novos projetos para o desenvolvimento econômico e social do Estado, incluindo áreas como segurança pública, saúde e educação. “Estamos falando de futuro, porque o País do futuro que sempre falaram não foi entregue ainda. Para alcançar isso, precisamos ouvir antes de chegar com um pacote pronto e sem respeitar as características de cada região”, pontuou.

Internet gratuita já atende 72% de Arapongas

A partir desta semana, 72% de Arapongas passou a ter acesso gratuito à internet com o lançamento da primeira etapa do Cidade Digital, projeto lançado nesta sexta-feira, 6, pelo prefeito Sergio Onofre (PSC) e pelo deputado Ratinho Junior (PSD). Além de interligar todos os setores da administração pública, o sistema wifi vai conectar locais públicos, como parques, praças, prédios públicos, unidades de saúde e escolas municipais. Com informações do Tribuna do Norte. Para garantir internet livre, nove torres e 72 pontos de distribuição de sinal de foram instalados na cidade. Ao todo, R$ 6,9 milhões foram investidos no projeto. “O projeto faz parte da meta da administração para democratizar o acesso à internet, possibilitar mais agilidade no serviço público e garantir a segurança dos dados da prefeitura, com custos operacionais bem menores”, disse o prefeito Sérgio Onofre (PSC). O deputado Ratinho Júnior  elogiou a medida. “A Cidade Digital mostra como esta gestão do prefeito Sérgio Onofre é moderna e arrojada. É grande a alegria de ter participado da criação do projeto em 2011 e ver ele agora sendo inaugurado. Arapongas tem uma importância econômica enorme não apenas na região, mas em todo o estado do Paraná”, disse. Ratinho Junior ainda afirmou que o projeto torna realidade e o importante é vê-lo implantado em Arapongas. “É um projeto fundamental para dar acesso à toda a população a algo que hoje se torna cada vez mais fundamental, que é a internet. Hoje, Arapongas é a cidade mais digital dentre todos os 399 municípios do Paraná”, afirma. Sinal grátis - De acordo com a Prefeitura de Arapongas, o  sinal de internet grátis começa a funcionar nos próximos dias. Tanto o centro da cidade como áreas mais distantes, como o distrito de Aricanduva e o Assentamento Dorcelina Follador, terão cobertura. A utilização da internet gratuita será liberada mediante cadastro no setor de protocolo da prefeitura, no horário normal de expediente, que poderá ser feito a partir da próxima semana. Para mais informações dos locais onde haverá a disponibilidade de sinal, será colocado no ar um site com todas as informações. Um mapa com os pontos de acesso e informações de cadastro podem ser acessados no  www.arapongas.pr.gov.br/cidadedigital.

Artigo: Copel e Sanepar, compromisso com a eficiência

O Paraná tem se consolidado como uma das unidades mais fortes da Federação e um dos poucos estados que reagiu rapidamente à crise instalada no país. Graças à força da sua produção, em todos os setores, da agricultura à indústria, e ao trabalho dos paranaenses, deu respostas positivas e vem conseguindo se destacar como potência econômica, gerando emprego e renda e qualificando as ações de inclusão social.
Neste cenário, duas forças importantes têm sido fundamentais, associando o equilíbrio da gestão pública às garantias fundamentais para o bem-estar da população. Ao mesmo tempo, funcionam como verdadeiros motores que impulsionam os investimentos no nosso estado. Essas duas forças têm uma relação direta e cotidiana com todos os paranaenses: falo da Sanepar e da Copel.

A Copel e a Sanepar devem continuar sendo dos paranaenses

As duas têm uma trajetória de sucesso. Em seus 63 anos de atividade, a Copel é um modelo de governança e eficiência, reconhecida pela competência de seus funcionários, que conseguem mantê-la em desenvolvimento contínuo. Nos últimos sete anos, a Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica elegeu seis vezes a Copel como a melhor distribuidora de energia do Brasil. Maior empresa do Paraná, a Copel investiu R$ 3,57 billhões em 2016, o maior valor da sua história, e garantiu novos investimentos no total de R$ 2 bilhões para este ano. Dinheiro que movimenta e reforça a economia do Paraná, além de garantir mais qualidade de vida para os paranaenses.
Nesta mesma linha, a Sanepar, que existe há 54 anos, é a estatal paranaense mais bem colocada entre as 150 empresas mais inovadoras do Brasil. Foi a única representante do setor de saneamento básico no Prêmio Valor Inovação Brasil 2017, ranking elaborado pelo jornal Valor Econômico em parceria com a consultoria PwC. E esta condição foi conquistada com muita eficiência. Atualmente, a Sanepar está desenvolvendo cerca de 100 projetos que buscam soluções tecnológicas sustentáveis e inovadoras para os principais processos da empresa. Os paranaenses sentem de forma imediata o resultado dessa eficiência: 100% dos moradores das áreas urbanas têm acesso à água tratada e 70% já têm o sistema de coleta de esgoto instalado na porta de sua casa.
Mesmo com todos esses resultados positivos, de tempos em tempos surge a polêmica discussão sobre a privatização da Copel e da Sanepar. Dias atrás, perguntaram minha opinião. A resposta para essa pergunta passa necessariamente pelo reconhecimento da excelência das duas empresas. Penso que devemos continuar trabalhando para ampliar a eficiência da Copel e da Sanepar em sinergia com uma sociedade em constante evolução. Penso que a Copel e a Sanepar devem continuar sendo dos paranaenses. Este deve ser o compromisso.
Leia o artigo também publicado na Gazeta do Povo : https://goo.gl/upXW8S

Estado já investiu R$ 4,6 bilhões em obras nas cidades do Paraná

O secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, destacou neste domingo, 27, que o Estado já investiu R$ 4,6 bilhões em obras que atendem todas as 399 cidades Paraná.
“Em 2015 e em 2016, o Paraná chegou a fazer 35% de todas as operações de liberações de investimentos para os municípios do Brasil, disse Ratinho Junior ao apontar que pelo segundo ano, o Paraná lidera o volume de investimentos nos municípios entre todos os estados brasileiros.
Segundo Ratinho Junior, para quantificar, somente a projeção para este ano chega a cerca de R$ 800 milhões para investimentos nos municípios paranaenses através de financiamentos e outras modalidades de transferência do Estado.
Nos últimos quatro anos, Ratinho destaca também que o Estado executou 3,2 mil obras em todos os municípios. “Obras que melhoraram as rodovias, portos, aeroportos, ferrovia e a infraestrutura dos municípios, além da construção, ampliação e reforma de prédios públicos”, disse.

Projeção

 Ratinho indicou também que até 2018 serão aplicados R$ 9,8 bilhões em obras rodoviárias e urbanas. Os recursos são do Estado, da União, de financiamentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento e de parcerias público-privada. “De todos os municípios do Brasil, comparados aos outros estados, 35% dos  investimentos foram no estado do Paraná”, completou.
O porcentual, na opinião de Ratinho Junior, representa um alto patamar de investimentos. “Então esse é um número muito alto, um índice assim que nos deixa muito honrados em saber que a gente tem conseguido atender uma demanda dos municípios”, destacou.

Obras

Calçadas Paraná

Ratinho Junior destacou ainda o programa Calçadas Paraná, desenvolvido pela Sedu. O programa de padronização e acessibilidade das calcadas, em menos dois anos, já atingiu 20% dos municípios do Paraná.
“Atendemos às prefeituras em forma de financiamento para as cidades implantarem os projetos. O programa vem crescendo gradualmente para atender todos os municípios e conforme os projetos vão chegando, vamos fazendo um cronograma de investimentos para atender o máximo de cidades possíveis”, ressaltou.

Meu Campinho

 Ratinho Junior destacou ainda, entre os projetos desenvolvidos pela Sedu, o “Meu Campinho”, inspirado em programa similar social e esportivo desenvolvido na Alemanha.
No Paraná, o Meu Campinho foi implantado em 10 cidades, segundo Ratinho. “A gente quer chegar aí num prazo rápido a 60 municípios ainda esse ano, e claro a meta é também buscar implantar isso em todo estado do Paraná”, disse.
O programa oferece, gratuitamente, acesso à pratica esportiva em quadras de campo sintético instaladas nas cidades em atividades no contraturno escolar. “O município poder usar essa cancha no momento em que a criança está fora da sala de aula, para poder treinar, ter a cultura da prática esportiva, ter uma vida saudável”, disse Ratinho.
E completou: “A demanda dos prefeitos é grande porque demonstra que o projeto tem dado bons resultados e que em breve, vamos atender o máximo de cidades possível”.

Paraná sem Lixões

 Ratinho Junior adiantou que na Conferência Estadual das Cidades, realizada em Foz do Iguaçu, lançou o programa Paraná sem Lixões. “Nós vamos ser o primeiro Estado do Brasil a não ter mais lixões, em respeito ao meio ambiente, a tratar esses resíduos sólidos que todos nós geramos hoje no dia a dia, e ter um ambiente que não suje os nossos mananciais, não polua a nossa terra, e tudo isso nós estamos fazendo um trabalho com um estudo de quase dois anos”.
Saiba mais no Facebook: https://goo.gl/zLn5Rd