Ratinho Junior visita Laranjeiras do Sul, Cascavel e Francisco Beltrão

Entre quinta-feira, 9, e sábado, 11, o deputado Ratinho Junior visita mais três cidades do Oeste e Sudoeste do Paraná. Na quinta-feira, a partir das 19h, Ratinho Junior coordena, em Laranjeiras do Sul, mais um encontro "Conexões por um novo Paraná". Na sexta-feira, às 20h, em Cascavel, o deputado participa da entrega dos títulos de cidadãos honorários do oeste aos presidentes das seis cooperativas da região: Alfredo Lang (C. Vale), Dilvo Grolli (Coopavel), Irineo da Costa Rodrigues (Lar), Ricardo Chapla (Copagril), Valter Pitol (Copacol) e Valter Vanzella (Frimesa) e da entrega do 12º Prêmio Amop de Jornalismo. No sábado, a partir das 9h, Ratinho Junior coordena o encontro "Conexões por um novo Paraná" em Francisco Beltrão. O deputado Ratinho Junior vai atender a imprensa nos locais dos eventos. Serviço Conexões por um Novo Paraná Cidade: Laranjeiras do Sul Data: 9 de novembro, quinta-feira Horário: 19h Local: Clube Operário Endereço: Avenida Carmosino Vieira Branco, 350 Entrega de títulos de Cidadãos Honorários e 12º Prêmio Amop de Jornalismo Cidade: Cascavel Data: 10 de novembro, sexta-feira Horário: 20h Local: Tuiuti Esporte Clube Endereço: Rua Ponta Grossa, 2998, São Cristovão Conexões por um Novo Paraná Cidade: Francisco Beltrão Data: 10 de novembro, sábado Horário: 9h30 Local: Amsop Endereço: Rua Peru, 1301

Ratinho Júnior participa de Espaço Democrático em Irati

O deputado estadual Ratinho Júnior (PSD) participa do encontro do Espaço Democrático, em Irati, no próximo dia 09, quinta-feira. O encontro acontece a partir das 19 horas na Câmara Municipal. O evento é aberto ao público em geral e tem como objetivo reunir os moradores de cada região para discutir novos projetos de desenvolvimento. Além da participação nos encontros, o Espaço Democrático também reúne sugestões que podem ser enviadas diretamente pelo site www.paranainovador.com.br, especialmente criado para o registro das sugestões. Ratinho Júnior explica que este é um modelo inovador e um jeito diferente de discutir com a população do estado as propostas para o Governo do Paraná e, juntos, desenvolver um Plano de Desenvolvimento. “Mais do que ouvir, nós queremos dialogar com a população. São os moradores quem conhecem melhor a realidade de cada cidade e que vão nos ajudar a desenvolver projetos que tragam inovação”.

Em Pato Branco, Sudoeste reforça apoio a Ratinho Junior em 2018

Em Pato Branco, o deputado e vice-presidente da Assembleia Legislativa, Guto Silva (PSD), reuniu 10 prefeitos, cinco vices-prefeitos, dezenas de vereadores e mais de 500 pessoas, representantes de diversos setores produtivos do Sudoeste, num encontro do Espaço Democrático com o secretário Desenvolvimento Urbano e um dos pré-candidatos ao Governo do Paraná, Ratinho Junior.
Empresários, comerciantes, trabalhadores, profissionais liberais e lideranças políticas lotaram o salão da Associação Cattani para ouvir e, principalmente, apresentar propostas para Ratinho Junior formatar seu plano de governo. “Viemos ouvir porque se o poder público não atrapalhar quem gera negócios e empregos já é um grande passo na retomada do crescimento da economia brasileira.  Hoje, o poder público federal dificulta com carga tributária, burocracia e tantos obstáculos que não deixam o empresário ou agricultor se desenvolver e movimentar economia”, afirmou Ratinho Junior.
Recordista nas últimas eleições para deputado com mais de 300.928 votos, elegendo a maior bancada no legislativo estadual, Ratinho Júnior deu tom programático no debate de propostas. “As discussões estão presas entre direita e esquerda. O Brasil não precisa desta dicotomia, precisa de metodologia: o que dá certo precisa ser executado”, ressaltou.

Espaço Democrático

Presidente do Espaço Democrático - instituto do PSD para o debate de ideias - o deputado Guto Silva também destacou os encontros que estão sendo realizados em todas regiões do Paraná para recolhimento e análise de propostas para o desenvolvimento econômico e social, incluindo áreas como segurança pública, saúde e educação. “Estamos falando de futuro, porque o País do futuro que sempre falaram não foi entregue ainda. Para alcançar isso, precisamos ouvir antes de chegar com um pacote pronto e sem respeitar as características de cada região”, pontuou.