Ratinho Jr quer empresas fazendo obras em troca de desconto no ICMS

Pré-candidato ao governo, o deputado estadual Ratinho Jr (PSD) anunciou a intenção de, se eleito, criar um programa chamado “Avança Paraná”, que teria o equivalente a 3% do Orçamento do Estado, algo em torno de R$ 1,5 bilhão. “Em vez da empresa pagar o ICMS, poderá executar obras de infraestrutura na região em que atua ou tenha sua sede”, explicou o pré-candidato. “Acabamos com a demora que muitas vezes se perde numa licitação que pode levar de seis a oito meses quando há recursos ou outros entraves burocráticos”, afirmou.

Infraestrutura

O deputado disse ainda que os recursos deste programa poderão compor um fundo de infraestrutura que podem geridos pela agência de fomento. “Esse fundo não ficará nas mãos de politico, quero deixá-lo nas mãos de técnicos e de investidores. Teremos uma comissão de investimento – com representantes de federações, associações comerciais – que vai decidir quais as obras que o estado precisa fazer com mais urgência através desse dinheiro da iniciativa privada”, apontou. Leia a reportagem completa  no jornal Bem Paraná : https://goo.gl/rcfWHR  

Ratinho Junior defende Paraná inovador com choque de gestão

O deputado Ratinho Junior (PSD) defendeu nesta segunda-feira, 5, uma gestão de governo que fortaleça a economia e o bem estar social, aliada ao uso racional dos recursos públicos em áreas estratégicas e prioritárias como saúde, educação, segurança e infraestrutura. "É um Paraná inovador, um novo modelo de governança, aliada a um choque de gestão que racionalize ainda mais a máquina pública, cortando tudo que é desnecessário, sobrando mais dinheiro para investimentos", disse Ratinho Junior em entrevista à imprensa. "Vamos construir um projeto para o Paraná que perpasse a um governo, um projeto para duas décadas que possa servir de exemplo para outras gerações, fazer do Paraná um estado exemplo para o país. Temos essa oportunidade porque temos o povo mais trabalhador do País, o estado mais robusto com a maior capacidade de levar qualidade de vida para a população", completa. Mesmo com essas condições, segundo Ratinho Junior, há muito desafios a se enfrentar já nos primeiros dias do próximo governo. "Ainda temos bolsões de pobreza e regiões deprimidas. Não pode um estado, maior produtor de alimentos do mundo, ter gente passando fome. Isso pode ser suprido com mais infraestrutura, melhorias na vida das pessoas e com uma visão social para aqueles que estão esquecidos. Eu quero fazer esse projeto para, de alguma maneira, retribuir para o Paraná tudo que o Paraná fez e trouxe de oportunidades para a minha família", disse. Força política - Ratinho Junior sustenta ainda, que o Paraná já perdeu muito tempo com brigas políticas que impediram trazer mais recursos federais ao Estado. "Isso representa o atraso e eu não quero fazer esse tipo de política. Eu quero buscar uma política inovadora, no sentido de unir as forças políticas. Eu quero ser um governador que a cada 90 dias sente com o ministro da Agricultura, juntamente com o setor de agronegócio, e discuta politica agrícola pública que atende os interesses do setor produtivo e do Estado", disse. Além do setor agrícola e da pujança do agronegócio, o deputado também citou o potencial turístico e os novos empreendimentos privados que estão sendo construídos no Paraná. "Temos um forte potencial turístico. E para se gerar um emprego no turismo, se gastar US$ 1 mil e para se gerar emprego na indústria, são US$ 4 mil. Portugal e a Espanha, na crise, conseguiram reerguer suas economias através do turismo”. "Se nós temos um potencial turístico forte, temos que investir. Temos o segundo destino turístico de estrangeiros do Brasil, que é Foz do Iguaçu, e não temos uma pista que desce avião internacional. Isso é um absurdo e não pode acontecer. Eu quero pegar esses grandes projetos e discutir com o presidente da República e, com força política, buscar mais recursos para Estado”. Além dos recursos públicos, Ratinho Junior disse ser necessário ampliar as parcerias com a iniciativa privada. "Não vejo nenhum problema da iniciativa privada prestar um serviço público. Temos que criar esse novo modelo. Ficaram muito tempo falando que não podia a iniciativa privada participar do poder público e temos que acabar com isso. O Brasil não aguenta mais manter esse tipo de atitude, vamos quebrar todos esses paradigmas de muitos anos na política do Brasil que só trouxeram atrasos".  

Ratinho Junior reúne mil lideranças do PSD em Ponta Grossa

O deputado Ratinho Junior reuniu, na noite desta sexta-feira, 20, mais de mil pessoas em Ponta Grossa em mais uma edição do Espaço Democrático, encontro do PSD que debate propostas que vão integrar o plano de governo para as eleições de 2018. "Estamos construindo um projeto bom e inovador para o Paraná com a participação de lideranças e dos moradores de todas as regiões do Estado", disse Ratinho Junior. O prefeito Marcelo Rangel (PPS) participou do encontro que reuniu, ainda, lideranças da saúde, educação, segurança, empresários e políticos de diferentes partidos. Em Ponta Grossa, os assuntos debatidos foram nas áreas de saúde, agronegócio e mobilidade urbana. "Em cada região avaliamos e debatemos questões pontuais. Nos Campos Gerais, tratamos do deslocamento de médicos e ambulâncias na região, incentivos para produção de trigo, necessidade de construção de anéis viários e novas estradas ligando os municípios para o escoamento da produção do campo e da cidade", disse Ratinho Junior O número de sugestões enviadas ao portal paranainovador.com.br foi recorde. O portal recebeu mais de 300 sugestões, demandas pontuais da região e ideias de projetos para construção do plano de governo. Base tecnológica - Ratinho Júnior disse que, além desses encontros regionais, está percorrendo o Estado para ouvir todos os representantes do setor produtivo, como associações comerciais e industriais, do agronegócio e da classe trabalhadora. "Temos que ter como premissa um estado enxuto, que reduz custos e despesas, com uma forte base tecnológica que possa incrementar novos serviços, melhorar nossa produção no campo e na indústria, criar mais empregos e dar um salto na qualidade de vida dos paranaenses", disse. O deputado assegurou que já tem um grupo político formado que se reúne quase toda semana para discutir as eleições do ano que vem e a elaboração de um projeto de governo para o Estado. “Temos um grupo político forte, de pessoas que querem o melhor para o Paraná", afirmou. Deste grupo fazem parte os partidos PSD e PSC, que formam a base de sua atuação política. Integram esta base política 14 deputados estaduais, cinco federais, além de quase 90 prefeitos e cerca de 800 vereadores. Força política - O presidente do PSD do Paraná, deputado Sandro Alex, ressalta que os encontros regionais são fundamentais na construção do plano de governo de Ratinho Junior. “O PSD conversa com as lideranças e moradores de cada cidade e região. Através de propostas de vários segmentos, vamos construir um projeto viável para que o nosso Estado continue crescendo”, avalia Sandro. "O PSD é uma das maiores forças políticas do Estado e estamos trabalhando para somar mais lideranças nesse grande projeto que tem como principal liderança, o deputado Ratinho Junior, que será nosso candidato ao Governo do Estado”, completou. Presidente do Espaço Democrático - o instituto do PSD -, o deputado Guto Silva também destacou a importância dos encontros que vão traçar novos projetos para o desenvolvimento econômico e social do Estado, incluindo áreas como segurança pública, saúde e educação. “Estamos falando de futuro, porque o País do futuro que sempre falaram não foi entregue ainda. Para alcançar isso, precisamos ouvir antes de chegar com um pacote pronto e sem respeitar as características de cada região”, pontuou.