Ratinho Junior lidera na pesquisa da Radar Inteligência

A dez meses das eleições de 2018, o deputado Ratinho Junior (PSD) desponta na preferência dos eleitores paranaenses para assumir o Palácio Iguaçu, segundo pesquisa de opinião realizada entre os dias 9 e 16 de dezembro, pela Radar Inteligência. Foram entrevistadas 1.199 pessoas em 45 cidades do Estado. As informações são do Metro/Curitiba desta sexta-feira, 22. Ratinho Junior (PSD) aparece em 1º com 35,6% das intenções de voto, seguido por Osmar Dias (PDT) com 23,3% e Requião, com 15,4%. Em quarto lugar aparece a vice-governadora Cida Borghetti, (PP) com 3,3% e depois o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, com 2,5%. Os que não sabem ou não opinaram também saltam de 16,9% para 23%. Em um possível 2º turno enfrentando Osmar Dias, Ratinho teria 44,6% contra 36,5% – 18,9% não sabem ou não opinaram. A margem de erro das pesquisas é de 2,9%, para mais ou para menos. • Ratinho Junior (PSD): 35,6% • Osmar Dias (PDT): 23,3% • Roberto Requião (PMDB): 15,4% • Cida Borghetti (PP): 3,3% • Cesar Silvestri Filho (PPS): 2,5%

Ratinho Junior defende verba federal como contrapartida dos investimentos do Paraná no ensino superior

O deputado Ratinho Junior (PSD) se reuniu nesta terça-feira, 21, em Brasília, com a bancada paranaense na Câmara dos Deputados e defendeu a compensação com verbas federais dos investimentos do Paraná na manutenção das universidades públicas estaduais e do ensino superior público.
 
"Toda a estrutura do ensino público estadual é 100% bancada com recursos do Estado e demandaram investimentos de R$ 2,2 bilhões somente no ano passado, isso sem qualquer contrapartida por parte do governo federal", disse Ratinho Junior em ofício enviado ao coordenador da bancada, deputado Toninho Wandscheer (Pros).
 
O Paraná, aponta Ratinho Junior, tem uma rede de ensino superior, entre as melhores do país, de sete universidades públicas com oito mil professores, pesquisadores qualificados, nove mil agentes universitários e mais de 95 mil estudantes. "Essas universidades ofertam 343 cursos de graduação, 299 cursos de especialização, 180 mestrados e 75 doutorados. Esse sistema estadual de ensino está presente em 32 municípios e por meio do ensino a distância em mais 240 cidades", argumenta.
 
Ratinho Junior pede ao coordenador bancada que encaminhe ao Ministério da Educação, em nome dos deputados paranaenses, pedido de compensação dos investimentos do Paraná no ensino superior público. "Historicamente, o Paraná tem sido penalizado, por parte do governo federal, pela eficiência e investimento em ensino superior. Enquanto Minas Gerais tem 17 universidades federais, seguido por Rio de Janeiro (10) e Rio Grande do Sul (9), no Paraná estão apenas três instituições federais", disse.
 
"O que pedimos é o justo equilíbrio no modelo federativo, com a mínima compensação para que o estado do Paraná continue avançando na valorização do ensino superior", completa o deputado.