Em Cascavel, PSD reúne 1,5 mil lideranças do Oeste

Devido ao mau tempo no sábado, 21, o deputado Ratinho Junior participou por Skype do encontro do PSD que reuniu mais de 1,5 mil lideranças do Oeste do Paraná. "Temos o agronegócio como matriz econômica. Somos o maior produtor de alimentos do planeta e, por isso, temos que possuir uma infraestrutura condizente. O agronegócio do Paraná cresceu muito nos últimos 20 anos e a estrutura viária, por exemplo, não conseguiu acompanhar. Esse é um setor em que os investimentos são necessários. Esse volume de produção, fruto da agricultura moderna, deve contar com o amparo do poder público", disse Ratinho Junior. "O alimento produzido no Paraná é vendido no mundo todo, o que gera riqueza. A infraestrutura é vital na produção de riqueza. Além disso, temos como desafio a busca do desenvolvimento regional – cada região tem uma vocação específica e esses encontros servem para fazer este tipo de debate", completou. O presidente nacional do PSD, ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, também não se deslocou para Cascavel em função do mau tempo e enviou uma saudação aos participantes. "O deputado Ratinho Junior estudou, está preparado e conheceu experiências bem sucedidas de projetos e da administração pública no Brasil e no exterior. Fez uma excelente gestão como secretário do Desenvolvimento Urbano no Paraná, onde executou mais de 3,2 mil obras num espaço de pouco mais de três anos. Eu quero uma salva de palmas ao futuro governador do Paraná", disse Kassab. Para Ratinho Junior, o que mais motiva sua geração é a oportunidade de construir um projeto para o Paraná para as próximas décadas. "Minha geração cobra isso. É a nossa obrigação construir um Brasil diferente e acredito que o Paraná pode contribuir muito para essa construção. Quero liderar um bom programa de governo. Sou defensor de uma política moderna em que produção de riqueza serve para transformar a vida das pessoas e trazer novas possibilidades para o povo paranaense", disse.

Um olhar de inovação para a política

A política com novas ideias, diálogo e, sobretudo, participação. Esta iniciativa pioneira do PSD paranaense, perfeitamente conectada com a sociedade, tem sido um grande sucesso em todas as regiões do estado. Batizado de ‘Paraná Inovador’, o movimento é organizado pelo Espaço Democrático, fundação para estudos e formação política da legenda, e desde julho deste ano está debatendo com a sociedade os problemas regionais e locais do Paraná, considerando propostas e projetando as soluções, especialmente com base em ações inovadoras. Onze encontros já foram realizados, reunindo em cada região ao todo mais de 5 mil líderes dos mais diferentes segmentos sociais. “Mais do que acolher boas ideias, nós estamos dialogando com a população paranaense e queremos a inovação também na política. Estes encontros, apoiados em plataformas de rede sociais, serão a base participativa para aproximar as pessoas dos processos decisórios”, destacou o líder do PSD na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado estadual Marcio Nunes. Deputado estadual Ratinho Junior discursa durante encontro de Santo Antônio da Platina, norte pioneiro do Paraná. Inovação O projeto conta com a plataforma digital www.paranainovador.com.br, onde o cidadão pode dar a sua colaboração, com ideias e projetos, que serão incorporados no futuro plano de governo do PSD, para 2018. “Mais do que um movimento partidário, estamos numa mobilização democrática, pensando o futuro do nosso estado, e resgatando ao mesmo tempo o que a política tem de melhor, que é o valor e a contribuição das pessoas”, destacou o deputado estadual Carlos Massa ‘Ratinho Jr’, pré-candidato da legenda ao governo do estado. O movimento do ‘Paraná Inovador’ tem contado com a contribuição de outras siglas, como PSC, PEN, PSDC, PRTB e PSDB. Ratinho Jr. foi recordista de votos nas últimas eleições estaduais, como deputado estadual mais votado do Brasil, com 300 mil votos.

Ratinho Junior apresenta projeto para moralizar gestão pública

O deputado Ratinho Junior (PSD) protocolou nesta segunda-feira, 25, na Assembleia Legislativa, projeto que estabelece as regras para a criação do programa estadual de integridade compliance na gestão pública.
“O programa visa organizar padrões de conduta, monitorar políticas públicas e práticas administrativas em cada órgão e entidade entre os servidores, nos diferentes serviços da administração pública”, disse.
Antes de protocolar o projeto de compliance, Ratinho visitou o presidente da OAB/PR, Augusto Araújo de Noronha, para apresentar a proposta. Ao receber o documento, Noronha destacou o apoio da instituição.

Gestão Pública

“Para nós este tipo de medida é o que estamos exigindo do governo federal. Se tivéssemos isto na administração publica, teríamos impedido muita coisa”, disse Noronha. “Esse é o tipo de medida que a OAB defende”, completou o presidente da OAB/PR.
Sobre o projeto da compliance, o deputado Ratinho Junior destacou ainda que o objetivo principal “é a geração de um círculo virtuoso de sucesso e modelo de gestão pública”.
“Isso será possível na medida em que os servidores e funcionários conscientes da necessidade de adoção e condução dos trabalhos e afazeres dentro de padrões de ética e moralidade, derem mais apoio às boas e novas iniciativas”.
Segundo Ratinho, o programa abrange as políticas e procedimentos internos adotados pelas organizações quanto aos objetivos, missão e compromissos com a sociedade. “Envolve ainda medidas de analise e mitigação dos riscos da instituição e visa garantir o comportamento ético e a conduta moral de todos os agentes públicos”, disse.
Acompanhe também no Facebook : https://goo.gl/GbuCEH

Artigo: Precisamos falar sobre preconceito

No último dia 25, o senador Roberto Requião postou em uma rede social, duas enquetes sobre quem os internautas querem que seja o próximo governador do Paraná. Quando os registros começaram a apontar o meu nome na liderança, o senador encerrou a pesquisa improvisada e chamou de “ratazanas” as pessoas que manifestaram sua intenção de voto a meu favor.
Não quero discutir o resultado da pesquisa ou sua validade. Quero sim, falar de preconceito. E quero falar do pior preconceito que pode existir: aquele exercido por pessoas que têm a obrigação de combatê-lo, mas acabam desencadeando, de forma perversamente orquestrada e voluntária, novos gestos de discriminação que ampliam as desigualdades sociais em nosso país.
O preconceito é resultado da ignorância daqueles que se prendem às suas ideias pré-concebidas e pode ser fruto de uma personalidade intolerante, geralmente autoritária. Um ocupante de cargo público, eleito de forma democrática, não pode ser a referência do desrespeito, abastecendo esta postura ultrapassada com um comportamento que replica e estimula o ódio.
Por isto, é preciso compreender o tempo no qual vivemos. Os atributos que todos esperamos ver valorizados não estão ancorados em cor, gênero, crença religiosa ou origem. Também não é o dinheiro que nos emancipa como cidadãos. Ter mais ou menos dinheiro não muda o direito constitucional de igualdade perante à lei. Ter origem humilde não nos desqualifica perante alguém de uma família tradicional. Da mesma forma, ser de família tradicional não sobrepõe o direito de exercer cargo público ou perpetuá-lo como donatário.
Tenho orgulho da trajetória de vida simples e de muito trabalho dos meus pais, dos valores que reproduzimos em casa desde a minha infância e que agora transmito aos meus filhos. Eles estão sendo educados para respeitar a todos sem distinção. E, assim como meu pai fez comigo, estão sendo preparados para enfrentar todo tipo de dificuldade, lutar para vencer, agradecer e sempre sorrir para a vida.

Valores Morais

O que devemos discutir, e não somente em períodos eleitorais, são os valores que constroem uma sociedade justa e moderna. Seguramente, não é considerando normal o preconceito e o desrespeito que vamos evoluir. É justamente o contrário. A inovação em uma sociedade que precisa de tantos avanços como a nossa, começa com o fim da discriminação. Precisamos combater esse tipo de violência e de abuso, ainda que sutil e velado, escondido sob o manto da ironia ou das redes sociais.
Leia o artigo também publicado no Fábio Campana : https://goo.gl/WLRQT2

Em Pato Branco, Sudoeste reforça apoio a Ratinho Junior em 2018

Em Pato Branco, o deputado e vice-presidente da Assembleia Legislativa, Guto Silva (PSD), reuniu 10 prefeitos, cinco vices-prefeitos, dezenas de vereadores e mais de 500 pessoas, representantes de diversos setores produtivos do Sudoeste, num encontro do Espaço Democrático com o secretário Desenvolvimento Urbano e um dos pré-candidatos ao Governo do Paraná, Ratinho Junior.
Empresários, comerciantes, trabalhadores, profissionais liberais e lideranças políticas lotaram o salão da Associação Cattani para ouvir e, principalmente, apresentar propostas para Ratinho Junior formatar seu plano de governo. “Viemos ouvir porque se o poder público não atrapalhar quem gera negócios e empregos já é um grande passo na retomada do crescimento da economia brasileira.  Hoje, o poder público federal dificulta com carga tributária, burocracia e tantos obstáculos que não deixam o empresário ou agricultor se desenvolver e movimentar economia”, afirmou Ratinho Junior.
Recordista nas últimas eleições para deputado com mais de 300.928 votos, elegendo a maior bancada no legislativo estadual, Ratinho Júnior deu tom programático no debate de propostas. “As discussões estão presas entre direita e esquerda. O Brasil não precisa desta dicotomia, precisa de metodologia: o que dá certo precisa ser executado”, ressaltou.

Espaço Democrático

Presidente do Espaço Democrático - instituto do PSD para o debate de ideias - o deputado Guto Silva também destacou os encontros que estão sendo realizados em todas regiões do Paraná para recolhimento e análise de propostas para o desenvolvimento econômico e social, incluindo áreas como segurança pública, saúde e educação. “Estamos falando de futuro, porque o País do futuro que sempre falaram não foi entregue ainda. Para alcançar isso, precisamos ouvir antes de chegar com um pacote pronto e sem respeitar as características de cada região”, pontuou.

Brasil precisa de novas lideranças, diz Carlos Massa Ratinho Junior   

Neste sábado, 29, em Medianeira, o secretário de Desenvolvimento Urbano do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, disse que o Brasil precisa de novas lideranças. “É fundamental para o fortalecimento do nosso grupo no Paraná e no Brasil, formado por quadros qualificados e que representam a nova política”, disse Ratinho Junior na série de encontros regionais do PSD.

Novas Lideranças

Ratinho Junior participou do encontro regional do PSD no oeste com a presença de 350 pessoas e as principais lideranças do partido no estado e no país. Encontros regionais